Chá de Sacristia, a lista de presente para o neo sacerdote
  • Eu cortei, eu doei

Em 2014, a Maná Católica criou o “Eu cortei, eu doei”, uma campanha de doação de cabelos para confeccionar perucas para quem luta contra o câncer.

O Projeto nasceu para trazer alegria e esperança para quem luta contra o câncer. Em especial, mulheres e crianças, para quem a queda do cabelo é algo mais difícil de superar, além deste auxílio fazer diferença no tratamento, bem como na recuperação. Recebemos as mechas em pontos fixos, temos salões que aderiram e fazem os cortes de graça para doação e promovemos mutirões de corte, que chamam a atenção da campanha e sensibilizam muitos que nem sabem da possibilidade de doar seus cabelos por uma boa causa.

Nossa missão é conscientizar e promover a doação de cabelos para instituições que trabalham com pacientes que lutam contra o câncer, fazendo com que, num futuro próximo, este ato seja rotineiro em nossa sociedade.

Amor, doação, desapego. Essas são as nossas armas. O sorriso de quem recebe é a nossa vitória!

Temos redes sociais exclusivas do projeto, no facebook e instagram.

Materia publicada no jornal O Globo:

 

  • Pastoral carcerária

A Maná Católica apoia e atua diretamente na Pastoral Carcerária, que é uma ação pastoral da Santa Igreja Católica Apostólica Romana, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tem como objetivo a evangelização das pessoas encarceradas, bem como zelar pelos direitos humanos e pela dignidade humana no sistema prisional.

Nosso papel é levar a presença de Cristo e de sua Igreja no mundo dos cárceres, procurando desenvolver todos os trabalhos que essa presença vem a exigir. A Pastoral mantém contatos e relações de trabalho e parceria com organismos dos poderes Executivo, Judiciário e Legislativo, como também ONG’s locais, nacionais e internacionais, para juntos levarmos o evangelho a toda criatura!

Jesus disse: "Porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era pere­grino e me acolhestes; nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim. [...] Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isso a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes."

(São Mateus 25, 35:40)

 

  • Pró-vida

A Maná Católica se posiciona sempre em defesa da vida humana desde a concepção até a morte natural, sem exceções.

Acreditamos que nada pode ser mais abominável do que o aborto em pelo menos um sentido: ele é totalmente contrário ao bem natural e fundamental da vida, bem como à afeição profundamente enraizada que os seres humanos nutrem para consigo, especialmente os inocentes e indefesos. Por isso, nenhum crime, por mais assombroso e terrível que tenha sido, como por exemplo o estupro, pode justificar o assassinato de um ser humano frágil e inocente no ventre materno.

Juntamente ao que a Igreja nos ensina, a Maná Católica promove o “Terço dos não nascidos”, toda terça-feira às 21h, além de eventos e apoio à personalidades que defendem esta causa no âmbito acadêmico, político e jurídico.